terça-feira, maio 23, 2006

Dia Especial

Hoje para mim, é um dia especial.

Por muitos motivos, mas o principal é o festejar mais um ano em que estou vivo e posso desfrutar de tudo o que a vida tem para me oferecer, sem "barreiras" nem condicionalismos.

Estou vivo,
Faço o que gosto,
Vivo como gosto,
Tenho ao meu lado as pessoas de quem gosto,
E tenho aqui,
Neste blog,
O meu lugar de partilha,
De um meu "eu",
Acessível a quem dele gostar
E dele quiser desfrutar.

A característica do blog
Que desde sempre mais me agradou,
É mesmo esta,
O facto de escrevermos para quem nos quiser ouvir,
Sem qualquer tipo de condicionalismos ou obrigações,
E pudermos obter dessas mesmas pessoas,
Um feed-back nessas mesmas condições.

Tudo na vida pudesse ser assim, não é?

Então,
No dia de hoje,
Quero agradecer a todos quantos me ouvem,
De forma livre,
Pois neles reside a base do meu ânimo
Na continuidade desta "partilha".

Em primeiro lugar à minha esposa,
Pois embora a sua participação seja algo “esporádica” o seu apoio é sempre importante;

À “Putty Cat”,
Por ser a mais antiga,
E a que desde a primeira hora acreditou e me apoiou;

À “Kitty”,
Que numa altura inicial,
Fez que os comentários fossem no plural;

À “Papoila”,
Pela sua resistência e agora revelada divulgação;

Ao “Jocares”,
Pois foi através dele que este blog foi tecnicamente possível;

A todos(as) quanto me lêm,
Mas que por um qualquer motivo não comentam;

A todos,
O meu sentido muito obrigado!

E como acredito que as coisas simples são das mais belas,
E podem de facto, fazer a diferença,
A todos vos presenteio
Com uma imagem,
Retirada de um dos meus blog´s de referência,
Que explicita na plenitude a minha forma de estar.


(papoila, esta era a “surpresa” de que falava ;)

19 comentários:

Putty Cat disse...

Para um amigo muito, muito especial, que me presenteia todos os dias com um sorriso aberto, aqui ficam os meus sinceros parabéns. E como presentes não tenho para te dar, a não ser "palavras em flor", desejo-te um dia muito especial, junto dos que te são queridos.

Beijo da tua amiga
PCat

Flôr disse...

Parabéns!A partilha é uma bela qualidade.Quanto alento e força se tiram das tuas palavras.Como vemos reflectidos sonhos,esboço das nossas ideias.Saber que afinal,todos temos as nossas coisas porque Vida é Vida...Porém,com pessoas como tu,aprendemos talvez a delinear as questões que se mostram mais complicadas.
Certo que o traço a carvão ,tem a sua beleza...mas as cores do arco-íris remetem a uma inocência,onde tudo é mais leve!
Agradeço,este teu espaço.Só ontem ,me foi apresentado.Passarei por cá,e gostaria de partilhar algum escritos.Desabafos e palacras em papel,que atenuam a dor do meu peito ,e o vazio que não quero deixar instalar na alma.
Um resto de dia Feliz.

Wife disse...

Hoje é um dia especial,
porque neste dia nasceu uma pessoa especial,
que torna todos os momentos da minha vida, momentos especiais
e que faz de mim também uma pessoa especial.

Hoje é também um dia especial deste blog, pois teve um elevado número de comentários, que são sem dúvida uma das formas de todos nós te presentearmos.

Um beijo especial, para quem é especial

papoila disse...

Parabéns!!!!!! Muitos parabéns!!!!!! Continua a ser assim, como és. Sem tirar nem pôr.

Beijos
(bigada)

Brain disse...

A todas(os), OBRIGADO!

Flôr disse...

Brain,"Dia Especial" porque uma data o marcava,por um motivo...
Como fazes,quando tens de transformar um dia de "ar revolto";num, que não seja apenas mais um número de calendário?
Hoje,por exemplo,tinha um fio condutor para o meu dia.Tento com a organização,atenuar o efeito do cansaço físico e do cansaço desta que não é a vida que contruo.
Porém,trocam-me as coisas,e a força para controlar o meu desencontro desse fio traçado para me orientar,é difícil.
Espreito um comentário,volto ao trabalho,e com a fúria que nele descarrego,vejo as coisas a retomarem o seu ponto.
Tenho sede do sorriso,ou olhar de alguém que entenda estas reacções.
Pareço estar num velório!Todos olham para os seus computadores e papeis,e confesso que se por momentos me ausentasse de mim mesma,ninguém daria por isso.
Que mar tão bravo este,e a uns metros paira a calma das aguas.Como se o mar e o riacho,tivessem o seu curso lado a lado.
Hoje farei deste dia especial,porque luto comigo para ser diferente.Mas é díficil estar presente,onde ninguém te vê.
Por isso,as palavras escutam-me e falam...e é com elas que vou até vós.
Dia especial,porque aí,alguém que não conheço,vai estar comigo enquanto lê o que lhe escrevi.
Obrigado pela vossa presença.

papoila disse...

Flôr!!!!!! O que se passa? Já estranhei o teu silêncio! A Lua perguntou por ti ontem... Estás a ver como te vêm...

papoila disse...

flôr: vai ler "marcas de vida" e vê se arrebitas, sabendo, com a certeza absoluta, que tb marcas quem se apróxima de ti

Putty Cat disse...

Flor, como te entendo...

Pcat

Brain disse...

Flor,

Os nossos dias, começam dentro de nós próprios.
Os nossos dias, reflectem na grande maioria das vezes, as nossas vontades e desejos.
Nunca tiveste um dia em que de tão "feliz" que estavas sabias que nada podia estragá-lo? Claro que sim, todos já o tivemos.

O que muitas vezes acontece - e isto transparece neste teu comentário - é pensarmos que a felicidade é atingida de uma determinada forma, perseguirmos essa mesma forma, MAS descuramos outras que de tão simples que são, nos passam despercebidas.
A nossa felicidade não está noutro alguém! A nossa felicidade está antes de mais em nós próprios!
Ter a capacidade de ficar feliz com coisas simples, é a forma de atingirmos a nossa "auto-satisfação" de uma forma rápida e segura.
Eu digo-te que um raio de sol a entrar pelo quarto quando de manhã acordo, me trás felicidade para esse dia. E a ti? Isso far-te-ia feliz nesse dia?

Mas se de todo o dia começa a “correr mal”, o que faço é ver o “grande plano”.
Respiro fundo, afasto-me de mim mesmo, distancio-me da situação e consigo “reduzir à insignificância” os itens que me fazem estar “menos bem”.
Acredita: na vida, há momentos MESMO MAUS que quando ocorrem, demonstram a insignificância das coisas que no dia-a-dia nos aborrecem e fazem deles “menos bons”.

Por isso, concentra-te no que tens de bom, porque o mau, está em qualquer lado e onde o queiramos encontrar. Salta-nos à vista.

Lê o meu primeiro post de todos “Raio de Luz”, comenta e depois continuamos a conversar.

Flôr disse...

Sabes a metáfora que tantas vezes uso para a minha mudança de vida?
A passagem do túnel!E sabes como obtive força,para tantos tantos dias na escuridão...A luz.O teu "Raio de Luz".
Acreditei sempre no outro lado,onde o sol brilhava e o acordar teria o seu calor para me aquecer a alma.Brain,acredito que para lá das nuvens cinzentas,o sol se esconde.Sou uma nina com força,acredita...mas quando deixo falar o meu interior...a tela escurece...
"Marcas de Vida"...
Sabes porque tens força e esse energia ...porque és um homem sensível...porque amas...
Nem precisas que a luz te entre pela janela.Tu serás luz ao passares,porque no teu coração uma chama mantem-se viva.
O dia,"os maus"bocados do dia,deixariam se ter expressão e seriam passado no dia seguinte...se um olhar ,um ombro ajudasse a dividir.
Pois mas sou tanto elemento neutro,como absorvente...Achas fácil!Partilho convosco um dos dias mais vazios da minha vida.
Há uns anos ,pela altura do final de ano.Choquei de frente com o "fracasso" do meu sonho...e tive medo de olhar.Fechei-me no quarto do meu filho...tudo escuro...não comi,não falei com ninguém.Não tinha vontade de pensar em nada...era um vazio total...qual Belita,qual mãe,qual sonho...Se terminasse ali,era o ponto final parágrafo.E assim ,queimei uma página da minha história...Perdi-me por completo,para me voltar a encontrar...E mais uma vez ,"um raio de luz".

Brain disse...

Flôr,

Vejo que o teu raio de luz existe e está bem presente em ti.
Vejo que as marcas de vida, são profundas e têm o seu peso bem presente.

Eu tenho força e energia... porque amo, sim... porque amo a vida e a TUDO o que ela me pode oferecer atribuo importância.

Amo muitas coisas de muitas formas diferentes.
Amo a vida, porque me permite estar aqui e entre outras coisas falar com todos vós;
Amo a minha filha, que muitas vezes me dá alento para as alturas difíceis;
Amo a minha esposa (eu sei que era aqui que estavas à espera que chegasse) companheira de muitos momentos;
Tenho dentro de mim (como muito bem dizes) uma chama que se mantem viva.
MAS...
Mantem-se viva pela minha força de vontade que assim seja!

Como muitos de nós, já passei por momentos muito difíceis na vida.
Muito difíceis mesmo, mas sempre me recusei a "sucumbir" a eles!
Socorri-me de ombros, mas sabes quais foram sempre os principais? OS MEUS!

Eu tenho a plena convicção (e a minha história de vida, para quem a conhece, comprova isso) que a solução está em nós próprios!
Tenho a convicção que é assim, porque o pratico e provo a mim mesmo, dia após dia, que assim é!

Com estas palavras, não menosprezo a ajuda de quem me rodeia, pois "tudo" tem a sua quota-parte de participação na minha "elevação".
Mas garanto-te que a principal fonte de energia, sou EU MESMO!

Infelizmente (ou felizmente, já não sei) aprendi-o há muitos anos, por necessidade própria, quando com apenas 14 anos, fui confrontado com uma situação já vivida aos 4.
Desde então, aprendi que o ser humano é capaz de coisas quase inimagináveis.
(a título de exemplo, digo-te que, quando tenho frio, aqueço-me através de concentração, quer seja mãos, pés, o que for).

E gostava que todas as pessoas conseguissem atingir este "nível" por forma a serem como que "auto-suficientes", por forma a conseguirem ser (como digo no meu primeiro post) o seu próprio "Raio de Luz".
Mas como este "estádio" é muito difícil de conseguir, congratu-lo-me, por ir fazendo a diferença, no carinho, atenção e apoio que presto a todos quantos os queiram receber.

Porque acredito, que esta, é uma "obrigação" que todos temos, para com o próximo.

papoila disse...

mais uma vez sem palavras....
bom dia!!!

papoila disse...

Não sei porquê, mas de um momento para o outro senti-me bem (espero que dure pelo menos mais umas horinhas...ehehhe). Li-vos, pensei, aconselhei-vos à pessoa que mais me preenche e fui tomar peq.almoço. Esta sensação de bem estar começou a sugir. Sinto-me bonita hoje, isso ajuda... Mas eu sei o que mais me ajudou neste bem estar: é o contacto com ele. Amigo acima de tudo. Não vale a pena esconder...

Flôr disse...

Bom dia,
Oh miga Papoila,sempre bonita...Essa tua cor ,vermelho ...tão frágil e sedutor,dá-te uma diferença que só tu teimas em não ver!
Hoje,06.00 e a pestana descolou.Estive a ler "O diário da tua ausência",chorei...e sinto tantas vezes que a "Margarida",se inspira nas minhas ideias...Natural,é uma mulher que ama,que espera e não desiste.

papoila disse...

flor vou puxar-te as orelhas. hoje de manhã quando li estes vossos comentários, pensei: afinal eu ontem tinha razão, no sms que te enviei. necessidade de um ombro onde deitar à noite, de uma pessoa que nos preencha.
e falas-me em medo?
medo do quê?
de amar?
de fazer alguem feliz ao teu lado?

não tenhas medo?

um dia disseram-me: "o amor não é cor-de-rosa". tenho que concordar com isto. o que interessa é que ele exista e que seja um arco-iris, com muitas cores, muitos "estados", mas que exista. não tenhas medo. eu não tenho.

Putty Cat disse...

Bom dia a todos!

Flor, há que exorcisar os demónios q entram na nossa vida, de uma vez por todas, e deixar entrar ar renovado e limpo.
Neste meu post pretendo dizer que os demónios também nos ensinam algo. No minimo, ensinam-nos a saber o que NÃO QUEREMOS para a nossa vida, certo?

"Demónios de Fogo

Há Demónios que entram
Na nossa vida,
Enfeitiçam-nos, prendem-nos,
E traçam-nos um caminho
Que não é nosso.
Não o escolhemos,
E noutras circunstâncias,
Nunca o aceitaríamos.
Mas porque os Demónios
Têm esse poder,
Arrastam-nos pela vontade
E pelo desejo,
De ver e sentir
Algo que nunca conhecera-mos.
Demónios de Fogo,
Que nos queimam a pele
Com palavras macias
E cheias de nada.
Palavras ocas,
Sem significado,
Mas que para nós
Tanto nos dizem,
Tanto nos fazem sonhar.
E os nossos ouvidos,
Apenas ouvem a melodia
Por trás de tudo isso.
Embalamos o coração,
Ao som dessa música infernal,
Que celestial nos parece,
Que nos prende, nos amarra,
E nos engana,
Sem nos sentirmos enganados.
Dançamos a um ritmo louco,
Essa Valsa do Inferno,
Até que por fim,
Quebramos o feitiço,
E despertamos para a vida."

Flôr disse...

Começo a achar que tenho de ler o que escrevo apenas com ouvidos.
Eu sou Feliz!Eu não sei talvez o que quero,mas defino o que não quero!Orgulho-me de ter sido sempre fiel aos meus princípios.
Reconheço-me hoje,com uma maturidade e visão da vida,feita pela resposta que tive de dar,a cada momento.
Como que, me daram um terreno árido e alfaias.Dali tive de tirar o alimento e fazer o meu canto.
Luto ,e não desiste.E esta tristeza que vou diluindo nas letras ,são o "choro" de uma menina...eterna romântica!
Tenho muito,mas como TODOS,não estou completa.E se agora sei saborear o amargo das coisas,tento não perder os sonhos...
A grande diferença,é o entusiasmo e a "inconsciência"perdida.
Sonho,mas não é a qualquer "preço".
Conheci na vida ,dois tipos de AMOR.O meu,que não foi entendido.E o Amor de Mãe.Essa Prenda Divina de fazer germinar força dentro de nós.Tenho dois tesouros,que me dão vontade de viver,cada vez mais e mais Feliz.Certo que para uma mulher "grande",como eu,e cujo coração é proporcional...Quanto espaço!!!!Mas tenho-vos também.E agora ajudam a avivar a cor nele existente.
Beijo para vocês.

papoila disse...

hoje é um dia especial!
sinto-me preenchida! o meu corpo transborda de algo a que eu tenho medo de chamar pelo nome.
não me perguntem porquê... já sabem a resposta.
aqueles demónios, putty, que hoje são apenas diabinhos (eheheh, uma vitoriazinha) têm-me tentado. rodeiam-me constantemente.
esta coisa da net tem este mal, tanto deixa entrar os bons ventos, fortes e quentes, como também permite a entrada das ventanias frias que só são suportáveis quando temos o aconchego de alguém.

não sei quanto tempo vou-me sentir assim, mas enquanto dura faz-me sentir feliz.