quinta-feira, maio 11, 2006

Mesmo que...

Para a minha querida esposa, que tem suportado as minhas ausências prolongadas nos últimos tempos

Mesmo que eu esteja longe,
O meu pensamento está contigo.

Mesmo que eu não to diga,
O meu amor por ti amadurece a cada dia.

Mesmo que eu não te abrace,
Os meus braços estão em teu redor.

Mesmo que as minhas mãos não toquem as tuas,
Os meus dedos estão entrelaçados nos teus.

Mesmo que eu não te beije,
Os meus lábios sentem os teus.

Porque este Amor,

Não há distância que o vença,
Não há palavras que o transmitam na plenitude,
Não há braços que o abarquem,
Não há mãos que o agarrem,
Não há lábios que o passem.

Porque este Amor,

É superior à separação,
É intransponível para palavras,
É maior que os meus braços,
É muito mais que o toque,
É mais quente que os beijos.

2 comentários:

wife disse...

Mesmo que te encontres ausente
A tua presença é constante, sabes disso…

Contudo, a ausência permite que valorizemos a presença e por isso numa relação tudo tem o seu lado positivo, mesmo aquilo que parece ser negativo. E quando chegas, quando estás, é ainda melhor…

É muito bom “ouvir” e “sentir” estas tuas palavras, espero continuar a merecê-las.

Obrigada. Amo-te.

Beijos
Desta tua …

Flôr disse...

Obrigada,a estes dois corações apaixonados!Mostram a quem tem sede de carinho;e a quem não sabe lidar com as ausências...que o Amor existe,e é por nos multiplicado,quando tratado como a Flôr-elo duma relação.
Gostaria ,de ter palavras destas...Mas não posso deixar de estar Feliz,por que alguém as têm...