quinta-feira, setembro 28, 2006

As palavras sempre ficam!

Se me disseres que me amas, acreditarei.
Mas se escreveres que me amas,
Acreditarei ainda mais.

Se me falares da tua saudade, entenderei,
Mas se escreveres sobre ela,
Eu a sentirei junto contigo.

Se a tristeza vier a te consumir e me contares,
Eu saberei, mas se a descreveres no papel,
O seu peso será menor.

… e assim são as palavras escritas:
Possuem um magnetismo especial, libertam,
Acalentam, invocam emoções.

Elas possuem a capacidade
De em poucos minutos cruzar mares,
Saltar montanhas, atravessar desertos intocáveis.

Muitas vezes, infelizmente, perde-se o Autor,
Mas a mensagem sobrevive ao tempo,
Atravessando séculos e gerações.

Elas marcam um momento que será
Eternamente revivido por todos aqueles que a lerem.

Viva o amor com palavras faladas e escritas,
Mate saudades, peça perdão,
Aproxime-se, recupere o tempo perdido.

Insinue-se alegre a alguém,
Ofereça um simples “bom dia”,
Faça um carinho especial.

Use a palavra a todo o instante,
De todas as maneiras.
Sua força é imensurável.

Lembre-se sempre do poder das palavras.

Quem escreve constrói um castelo,
E quem lê, passa a habitá-lo.

(Autor desconhecido)

9 comentários:

Putty Cat disse...

Fantástico Castelo este.
Passei a habitá-lo.

Putty Cat disse...

Algumas palavras que nos dizem, ficam guardadas em nós e na nossa memória. mas qdo morremos, elas morrem connosco.
Outras palavras, passam por nós, tal como o vento que passa, mas não deixam marca.
Outras, levantam vendaváis e deixam um rasto de destruição.
Essas passam a entoar dentro de nós durante muito tempo, mas acabam sempre por passar.
Recosntruimos o nosso "castelo interior".
As palavras escritas fazem história, deixam marco, são eternizadas e vencem a morte.
As palavras escritas revelam o espirito de um Homem, revelam o que são e o que pensam. revelam corações e não caras.
E isso faz das palavras escritas magia.
Eu faço magia, todos os dias.

Bj

Kitty disse...

Que bom era que todos tivessemos a capacidade de construir assim castelos
Que tivessemos a capacidade de escrever, de colocar no papel o que nos vai na alma
Infelizmente não tenho essa capacidade, por isso vou habitando nos castelos construidos por outros

Tu Brain és um dos que constrói castelos, e que bem que o fazes...
A mim é-me permitido habitá-lo e aos poucos vou aprendendo também a escrever alguma coisa,
nem que seja apenas com a intensão de ofereçer um simples “bom dia”.

Brain disse...

Olá Kitty!

Gostei do avatar!
Parabéns, está mto giro :)

Kitty disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Kitty disse...

Obrigada. Ainda bem que gostas-te.

Afinal nem só as palavras escritas ficam. Também as imagens podem perdurar no tempo. A Kitty é uma imagem, uma "figura" que "faz parte de mim" desde os meus tempos de adolescente. Identifico-me com ela, pois sempre foi a "minha companheira imaginária".
Juntando este facto, à escrita que perdura no tempo, veio-me à memória que afinal eu própria também já construi um pequeno castelo, apenas para eu habitar, e que efectivamente as palavras escritas por mim marcaram uma determinada etapa da minha vida, a qual pode sempre ser revivida. Falo do meu Diário, aquele que escrevi durante vários anos, e que por acaso se chamava Kitty.

Flôr disse...

Boa tarde,
"Fantástico Castelo este"diz a Putty."A mim é-me permitido habitá-lo e aos poucos vou aprendendo também a escrever alguma coisa..."diz a Kitty!
Não vos passou pela cabeça,que existem "alguns castelos"construídos por outros ,mas para todos!
E que existem tão poucos a querer habitá-los e ainda mais,poucos a saber saborea-los e com eles apreender ou simplesmente habitá-los.
Somos todos tão diferentes!!!
As palavram ,são amigos,que apoiam sem opinar!Diluem dores infinitas e as forças vão redobrar!
Com palavras fazemos amigos,chegamos ao coração e dele partimos!
São meios de unir,de separar...contem muito e pouco.
Palavras sempre ficam bem!
Veja-se de onde partem e onde param também!

divina disse...

Bom dia,

Infelizmente não tenho o dom de escrever por isso limito-me a habitar os castelos dos outros.
As palavras devem ser ditas e escritas com sinceridade, não serve de nada escrevermos ou falarmos aos outros sem ser sentido.
Venho visitar o teu castelo sempre que posso porque as tuas construções são maravilhosas...
beijinhos

Andarilhus disse...

Para mim, a palavra escrita é o santuário onde razão e coração (emoção) celebram o armistício. Penso que só pela escrita a razão - meio de - consegue compôr em pleno as melodias do sentir - móbil de -.
A melhor ilustração com virtude de perenidade...
Escrever é um momento de superior delícia; ler é um momento de exaltação imaginativa... Vivam as letras!
"(º0º)"