segunda-feira, janeiro 22, 2007

Beijo

A minha imagem de ti,
Tem um gosto.

O gosto de uma visão,
Quase sempre deturpada
Por um odor.

Odor que o meu olfacto,
Só consegue explicar,
Se seguir na direcção
De um beijo,
Que deixado ao vento,
Eu tento que te alcance.

Sentiste?
Sentiste o cheiro deste meu beijo?
Viste o gosto da imagem que tenho de ti?

É isso!

Eu estou nos teus sentidos,
Enquanto tu,
Estiveres no meu pensar!

E enquanto tu me pensares,
Eu irei existir!

Não deixes de me pensar,
Que eu,
Continuarei sempre,
A procurar por ti,
No gosto das imagens,
Nos odores das direcções,
E nas brisas que anseio,
Me tragam de volta,
Um igualmente perfumado,
Beijo teu.

Procura na brisa...

3 comentários:

Flôr disse...

Já tinha saudades dos teus escritos.Mas deixa-me dizer,dar a minha opinião,gosto mais das palavras sem imagens!O passar da tua escrita esboça em cada um a imagem mais bel ae adequada a si.
Bj Flôr
Gorky,se passares por cá,deixei esta estrela.Brilhará só para ti,e na tua passagem.
Tens uma amiga que gostei muito.
bjs p todos

Putty Cat disse...

Tenho procurado e tenho encontrado brisas assim. Com perfume, com sorrisos, com imagens cada vez mais definidas e com muitos beijos.

A todos um bom dia.

PCat

Brain's wife disse...

Procura na brisa....

Beijos