quinta-feira, janeiro 25, 2007

Loucura... (?)

No carro,
Vestido a preceito,
Conduzo em direcção a uma reunião,
Há muito marcada,
Importante.

No rádio,
Uma música toca,
Em crescendo como eu tanto gosto,
Aumento o volume,
Absorvo a música,
Acelero o carro.

A cada batida sentida,
O aumentar do volume acontece também.
Já só ouço a música,
Já não ouço o carro.

A música…
Faz-me vaguear por episódios,
E o carro rola na estrada,
Os riscos tornam-se um traço contínuo,
A música toca alto,
Bem alto,
O carro vai rápido,
Bem rápido,

A 200km/h,
Com o volume quase no máximo,
A música tem outro som,
O carro é um outro espaço,
As batidas sucedem-se,
O corpo vibra,
A voz grita os versos!

Cada batida,
Sacode pesos acumulados,
Cada frase gritada,
Expulsa Demónios,
E o espírito vai-se elevando…

Á direita,
Surge o mar.

Altero o destino.

A reunião perdeu a importância,
A praia ganhou relevância.

Correndo pela areia,
As peças vão ficando pelo caminho,
E num salto,
Mergulho no mar!

Loucura?

Não: Libertação!

Acompanhas-me?

14 comentários:

Rato Sorridente disse...

Atira-te ao mar
E deixa-te ir
A reunião pode esperar
Não te podes é afligir

Brain's Wife disse...

Sempre....

Putty Cat disse...

Acho é que estás a precisar de um exorcismo....

Acompanhas-me?

Flôr disse...

começo este dia,a tentar planear um "mergulho2,adeixar para tras não uma reunião,mas filhos ,casa,dias comuns.
Não tenho velocidade das rodas mas tenho um velocimetro no meu intimo!
A musica,faz eco a cada dia e não ouço quase mais nada,apenas,um :VAI,SEGUE A TUA VONTADE!
Libertação?Talvez,mas também reforço daquilo que por vezes parece tar no término.
CAda dia,é o começo,liberto-me da vda presa.Se te acompanho? Se vos acomphanho? Sempre na mutação dos segundos,na felicidade do grito de estar vivos.
No fundo o exorcismo dos dias ,a libertação da alma.
Aqui faço os meus planos para me presentear com uma ida a SAntiago de Compostela.
Bj um bom dia.
E sempre que olhar para o lado,tu,e tu estejas lá a acompanhar-me

Andarilhus disse...

...reduz a celeridade da tua ânsia de fuga à realidade; afoga a agenda das reuniões de disputa com o destino no mar das tréguas e deixa-te embalar pela paz e aconchego das suas ondas... tranquilo, ao fim de algum tempo de cólera com a sorte …
Mergulhar plenamente, de novo … na vida… na conciliação com a ordem da existência.
Tudo de bom nesta tua Primavera!
“(ºoº)”

Brain disse...

Meus amigos...

É reconfortante ver que estamos todos (ou quase) reunidos de novo.

Ao novo visitante, "Rato Sorridente", agrada-me ver-te por aqui. Já te conhecia de outras paragens (um blog um bocadinho mais ao lado) mas nunca tinhas dado o ar por aqui! Fica por cá, enquanto te apetecer, que espero... seja sempre. Abraço especial para ti.

Cumprimentos a todos!

Putty Cat disse...

Não me respondeste, Brain!

É que eu tb gosto que me respondam qdo faço uma pergunta!

:)

Brain disse...

Putty...

"Também" gostas que te respondam? Mas tu não me respondeste!

Eu até te respondia, se tu também me tivesses respondido.

Putty Cat disse...

Então, não respondi?
Respondi-te com um outro convite...

mas pronto, sim Brain, eu tb me junto ao rol de acompanhantes....!

Brain disse...

AH sendo assim...

Acompanho-te sim, claro!

E mais: eu levo o material de fustigação, para a expulsão ser de tal forma completa que o "demo" (seja lá ele qual for) não ficar com vontade de voltar!

Aguentas?

:)

Putty Cat disse...

Se aguento? LOL
Eu ando sempre com o diabo no corpo! Por isso de exorcismos percebo eu!

Eu até levo uma sonda pp para ver se "o animal" ainda "por aí" anda!!

Não sei é se tu aguentas....

:) Olha que promessas são dívidas!

Brain disse...

Então está combinado: Fazemos o exorcismo APÓS o mergulho!

Olha que promessas são dívidas!

Eu estou disposto a pagar a minha! E tu?

Putty Cat disse...

Claro que sim!
Tu mergulhas e eu assisto, como uma boa amiga deve fazer: estar sempre presente em momentos especiais!

:p

Beijo, Diver!

divina disse...

Bom dia,

Acompanho-te sim, mas fico a observar-te, aproveita hoje, o mar esta calminho e deve estar melhor dentro do que fora de àgua.
bj