quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Duas...

A minha Força

Porque a minha vontade tem o tamanho de uma lei da terra.
Porque a minha força determina a passagem do tempo.
Eu quero.
Eu sou capaz de lançar um grito para dentro de mim, que arranca árvores pelas raízes, que explode veias em todos os corpos, que trespassa o mundo.
Eu sou capaz de correr através desse grito, à sua velocidade, contra tudo o que se lança para deter-me, contra tudo o que se levanta no meu caminho, contra mim próprio.
Eu quero.
Eu sou capaz de expulsar o sol da minha pele, de vencê-lo mais uma vez e sempre.
Porque a minha vontade me regenera, faz-me nascer, renascer.
Porque a minha força é imortal.



A Verdade

A verdade, como o silêncio, existe apenas onde não estou.
O silêncio existe por trás das palavras que se animam no meu interior, que se combatem, se destroem e que, nessa altura, abrem rasgões de sangue dentro de mim.
Quando penso, o silêncio existe fora daquilo que penso.
Quando paro de pensar e me fixo, por exemplo, nas ruínas de uma casa, há vento que agita as pedras abandonadas desse lugar, há vento que traz sons distantes e, então, o silêncio existe nos meus pensamentos.
Intocado e intocável.
Quando volto aos meus pensamentos, o silêncio regressa a essa casa morta.
É também aí, nessa ausência de mim, que existe a verdade.


José Luís Peixoto
In “Cemitério de pianos”

4 comentários:

wife disse...

Todos temos a nossa força, alguns usam-na com maior intensidade.

Tu és a força, que move montanhas, que dá a volta por cima, que transforma o escuro em luz, a tristeza na alegria, as coisas más em boas.

Tu és também a minha força, aquela que me permite continuar a lutar pelas coisas boas da vida, e pôr de lado todas as sombras que por vezes teimam em pairar no ar.

Tu és a força que eu preciso, para viver, amar e ser feliz.

Brain disse...

My Love,

Essa última, não é a "minha" força, é a "nossa" força.

BBBEEEIIIJJJOOO!!!!
Teu.

Putty Cat disse...

Zé Luis, Zé Luis....

Sempre em grande, este meu "amigo".

divina disse...

Muito profundo.

Mas o que mais me sensibiliza é o que a wife escreveu, " tu és a força que eu preciso, para viver, amar e ser feliz".... lindo.

bjs