sexta-feira, abril 20, 2007

TU AÍ...!!!


TU aí…
Vem cá!
Vem-me contar o que fizeste hoje!

Vem-me contar,
Em que ventos navegaste,
Em que ondas cavalgaste,
Em que mares mergulhaste,
Em que areias os pés enterraste,
Em que matas te embrenhaste,
Em que rios te banhaste,
Que outros ares respiraste.

Vá lá…
Diz-me!

Ao som de que músicas dançaste,
Com quem te cruzaste,
Que conversas conversaste,
Que pensamentos partilhaste,
Que histórias tu contaste,
Que outras vidas tu viveste.

Por que causas lutaste,
Que batalhas travaste,
Que ideais defendeste,
Que muros derrubaste.

E novidades?

Que novos sabores provaste,
Que novos sons ouviste,
Que novas ideias conheceste,
Que nova língua aprendeste,
Que novos locais conheceste,
Que novos planos traçaste,
Que novo projecto começaste,
Que Loucura cometeste.

E hoje…
A quem te deste?

Em que peles tocaste,
Por que corpos passeaste,
Por que sonhos deambulaste,
Com que beijos te presenteaste,
Em que braços te aconchegaste.

O quê?
Nada disto fizeste?

Deixa-me adivinhar…
Pois!

Hoje,
Esquecestes-te outra vez de VIVER!

30 comentários:

Putty Cat disse...

Hei!!
Eu tenho andado a brincar com o fogo!
E das duas uma: ou me queimo, ou faço chichi nas cuecas!!!

Chega pra ti?

Luciana disse...

Mas que belo texto e que bela forma de viver!! Aproveita cada dia ao máximo! É o que tento fazer embora nem sempre seja isso que faça! :p

Beijinho e já aí vou para te contar o meu dia! :)

yohanan disse...

Hii!!
Cheguei aqui por acaso...
Mas já que fazes tanta questao em saber coisas...convido-te a vires saber o que vou fazer hoje a noite... ;) até já.

Morrigan disse...

Hoje fiz muita coisa...mas não me dei a ninguém...ou dei-me a toda a gente? Hum...tenho que perguntar a quem comigo hoje viveu. Volto breve com a resposta...um beijo.

Azul disse...

Olá Brain!

Há muitos anos atrás um amigo que me era muito querido disse-me: Só existem dois dias na tua vida em nada poderás fazer, um chama-se ontem, o outro amanhã. Por isso, HOJE, é o tempo certo para sonhar, acreditar e VIVER.

Aprendi, algum tempo depois, que ele tinha toda a razão. E, é assim, que desde então, tento viver o meu Hoje.

Beijinhos e votos de um óptimo fds.

Putty Cat disse...

Eeeeeeeh pá!!

Não me perguntem nada agora!

Escalei uma muralha gigante!!

E faltou-me o sacana do garcia!!!

sonhadora disse...

O sonho. Sempre o sonho a perseguir-me.
Beijinhos embrulhados em abraços

B'Araújo disse...

hj... ontem... nos dias q antecederam... e os dias q virao...

sorrir, dançar entre os raios de sol e os pingos de chuva...
olhar, dar a mao e beijar...
beijar, olhar, entregar...
dar e receber...

viver...
dia-a-dia...

um abraço...
[aproveitem a vida]

impulsos disse...

Quem?
Eu?!
Queres mesmo saber?
Acho que fiz um pouco de tudo isso...
Não, não me esqueci de viver.
Jamais... em tempo algum!
Posso não ser aquela por quem todos esperam, mas sou eu, sempre a tentar viver o melhor que sei.
Como tu, até enquanto escrevias este texto tão original!E eu, enquanto aqui te deixo estas palavras.
Tudo isto é VIVER!!

Um beijo num impulso

JOCARES disse...

Antes de maiS... BRAVO pelo post FANTASTICO,

agora estás a chamar-ME?...

Quem eu?!?!?!

Contar o que fiz???

Olha se queres mesmo saber então vou-te dizer...

Não naveguei, nem cavalguei, quanto mais mergulhei,
só sei que me "enterrei" (em mais um aniversário),
não embrenhei, só me banhei (com muralhas),
de tanta risada já quase não respiro.

Tá bem eu digo-te mais, és insistente.

Não dancei, só cruzei (o Euromilhoes),
conversei com os amigos, partilhei a amizade por todos,
contei com todo o vosso apoio, onde viverei sempre agradecer-vos

Quanto a novidades...


Bem quanto a isso vou ser breve, tenho de passar pelo Continente.

O resto só amanha posso contar... esperemos que tenha uma boa noite

e que NÃO ME ESQUEÇA NOVAMENTE DE VIVER...

un dress disse...

hoje li.

por exemplo... aqui:)



ainda bem...

Twlwyth disse...

Vou aproveitar para viver por inteiro este fim de semana, já que passei tantos dias impedida de fazer o que gosto. E Tu? Nunca te esqueces de viver?
Um beijo grande e bom fim de semana.

divina disse...

Olá Brain,

Parabéns!lindo post.
Vou aproveitar ainda melhor o resto do dia, dos dias se for possível...

beijinhos

Wife disse...

Eu? Esqueci-me de viver? Hoje?

NUNCA!!!!Contigo ao meu lado, todos os dias, é impossível um tal esquecimento.

VIVER é sem dúvida o que há de melhor.

Beijos
TUA

anne disse...

Olá Brain, encantei-me! é isso, encantei-me porque simplesmente és palavras e sentidos. O que fiz hoje? Escrevi muito, o que de mim subtraio transformo em palavras, levo para o papel o sentimento, rabisco as frustrações. Sou uma permanente frase inacabada, rs.
Vim tb ao teu refúgio e nele, revenrencio a palavra e agradeço-te pela doação. Criar, criar, criar e jamais estancar os passos da caminhada.
Beijo meu e voltarei, porque sabes: adorei!
Anne
http://www.anne_voce.blogger.com.br

Jose disse...

Não, vivi momentos, meus secretos cheios de algo que um dia vou descobrir sem querer.
Simplesmente vivi.
Boa ideia este desafio !

Um abraço


José

borrowing me disse...

adorei
gostei imenso do blog, da escrita e principalmente as cores... é como o meu

se permitires faço-me sócia!
bom fim de semana

Andarilhus disse...

... bem, gostava de responder com tanta euforia e mesmo fúria da(s) questão(ões). Todavia, posso apenas dizer - e é muito! - que vivi. E vivi pelo percorrer de algo mais do que é intrinsecamente meu, algo mais do que é a essência dos outros. Hoje já acumulo mais algum saber, mais algum tacto, para lidar com a vida de amanhã...
Magníficos estes teus gritos de existência, Brain...
Aquele abraço, de sempre...
"(ª0ª)"

Rato Sorridente disse...

"Aquele que desperdiça o dia de hoje, lamentando o de ontem, desperdiçará o de amanhã, lamentando o de hoje."
P.Raskin

Obrigado por viveres
e fazeres viver.

Abraço

Trebor disse...

Caro Brain

Algumas dessas coisas, ou seja desses "viveres"... consegui.
Um deles foi levantar-me da cama, embora tarde...
Outra foi ir ao CCB ouvir piano...

Bom f-d-s

Abraço.

Anónimo disse...

Caros amigos,

"José Afonso", figura ímpar da cultura portuguesa, que trilhou, desde sempre, um percurso de coerência na recusa permanente do caminho mais fácil, da acomodação, no combate ao fascismo salazarista e pela liberdade e democracia, é tema de um selo que está em 4º lugar. Precisamos do voto de todos para que se faça um selo em sua memória e em louvor à Liberdade.
Num período de exaltação de valores salazaristas, devemos contrapor com os nossos defensores de Abril!

“Venham mais cinco!!
Traz um amigo também!”


VOTA
[aqui]

Abril, SEMPRE!!

Davide da Costa

sonhadora disse...

Bom Domingo.
Beijinhos embrulhados em abraços.

Rafael Velasquez disse...

muito bacana!!! gostei!!!


abraço.

Estranha pessoa esta disse...

Eiii
Estais hablando comigo?

Chapada sem mão é o que isto é! (Belo texto, bela mensagem... gostei MUITO)

Hmmm
Que posso eu te dizer??
Olha, hoje trabalhei 7 horas mas, ainda deu tempo para cantar a tia anica do loulé :P
Bebi um belo vinho tinto.
Dancei ao som de uma qualquer música latina.
Mergulhei ás 8 horas da manhã no Atlântico.
E ri-me à parva pela minha parvoice.
Sei lá.. Eu hoje acho que até vivi.

****

coisas que se pensam disse...

Quem eu?!
Tenho andado a ler um livro!!!

;o)

Uma coisa para ti e boa semana!

Branca disse...

Hoje ainda é cedo para te contar o que fiz, o dia ainda é um bebé...
Mas posso contar o que espero fazer:
quero dançar, sonhas, rir, cantar, respirar, viver...
Sim, quero viver!
Beijinhos e boa semana :)

Isabel disse...

Hoje não me vou esquecer de viver.
Não me tenho esquecido nunca.
Quando a vida se for não será por esquecimento meu.
Será porque está na hora e mesmo assim não sei quantas vezes não me irei esquecer de lutar contra o tempo.

Hoje vou fazer-te uma surpresa.
Espera.

Isabel

as velas ardem ate ao fim disse...

Hoje não me apetece viver.

bjo

Pecados da Fiona disse...

ola!

Passei, entrei e nao saio sem comentar!!

O que eu fiz hoje respirei fundo e agradeci por estar viva um dia mais......

A vida é hoje se deve aproveitar tudo que se pode viver

Gostei e vou voltar posso?

beijos doces
Fion@

CM disse...

E verdade, quantas vezes nos esquece-mos de viver!

Bj