segunda-feira, maio 07, 2007

Grito Contido


Há um grito contido,
Que continua ainda por dar,
Anda pelo meu ser perdido,
Continua a fazê-lo sangrar.

Há um grito contido,
Que dentro de mim ecoa,
É o maior som já ouvido,
Desde que me sei como pessoa.

Há um grito contido,
Que te pede libertação,
Quando num gemido sentido,
Roga pela tua mão.

Há um grito contido,
De uma força sobrenatural,
É uma libertação de alma,
De uma liberdade sem igual.

Há um grito contido,
Que quero e preciso dar,
Nele jazem as minhas capacidades,
E até desejos de continuar.

Há um grito contido em mim,
Que apesar do meu querer,
Deixa-me prostrado assim.
Por aqui dentro se manter.

Prisão de som nos momentos,
Que minha garganta encerra,
Prende-me até os movimentos,
A boca abre-se, mas não berra!

E este grito,
De sentires feito,

Este grito,
De significados carregado,

Grita as dores e os prazeres,
Grita os desejos e os quereres,
Grita a loucura e a insanidade,
Grita a busca pela tua verdade,
Grita o chão que em mim pisas,
Grita os sonhos que me realizas,
Grita o sangue que rápido corre,
Grita a lágrima que escorre,
Grita o corpo que em mim treme,
Grita a dor que ainda geme,
Grita a raiva num ser contida,
Grita o nunca querer a tua partida,

Grita enfim,
Tudo aquilo que em mim,
Por ti existe,
Quer,
E pede.

Vem,
Traz-me de volta a paz,

Vem,
Só tu disso és capaz.

Vem,
e…

GRITA COMIGO!!!

32 comentários:

anne disse...

Olá, já vim cá algumas vezes, fiquei a sonhar os teus sonhos e a ler a tua poesia intensa, bela! Na verdade, tu és palavras e sentidos, pura arte.
Deixei um comentário apenas, apesar de ter vindo várias vezes. Hoje quero comentar e dizer-te que envaideço-me pela minha coragem de gritar minhas emoções. Quem não galgar os degraus da emoção, terá passado pela vida sem existir, por isso, o gritar é essencial, não é mesmo?
"Grito contido" mais um recado, por que abafar o que dói ou alegra o peito? Por isso eu grito, rsrs!
Beijo meu.

Azul disse...

Olá Brain!

Não contenhas esse grito... grita mesmo que grites só... Acredita, alivia a alma... sentimo-nos muito melhor depois de o libertarmos...

Meu beijo
Azul

Som do Silêncio disse...

Olá!

Este teu post faz-me logo lembrar o meu penultimo post!
O texto está fabuloso!

Beijo Silencioso

madrugada disse...

Brain,

ao ler este poema fui abrindo gradualmente a boca palavra, após palavra...

e agora já não consigo gritar!

Sublime poema.

Um abraço,
Brain.

sonhadora disse...

e grito contigo.
os sonhos têm todas as cores.
Beijinhos embrulhados em abraços

Andarilhus disse...

Grita! Grita como uma criança grita de temor, por sentir, mas sem o compreender (ainda) em plenitude...
Abraço
"(ºVº)"

Putty Cat disse...

GRITA! GEME! SALTA! DANÇA! PULA! CANTA!
Rasga os pulmões e deixa sair esse grito.

Se quiseres, eu acompanho-te.

kiss.

Luciana disse...

Olá!!

E gritar sabe tão bem!!! Faz-nos muito bem para libertar o que nos vai na alma!!!

E mesmo não sendo o convite para mim, vou e aceito gritar contigo, para que possamos ambos libertar todas as emoções contidas no nosso ser!

Beijo grande

as velas ardem ate ao fim disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Soube me tão bem.

bjos

Broken disse...

Brian,

Recuei no tempo ao ler-te.

Ao iniciar-me neste mundo dos blogs, dei o grito que me apertava a alma e o coração.

Continuo a gritar em sinal de desabafo.

No dia em que não aguentares, vais ver que esse grito te sai sem pensar. A partir daí, sentir-te-ás outro pelo alívio que sentes.

Bjinho

Fofa disse...

Pois... às vezes é mesmo isso que faz falta: soltar os gritos contidos!

Bjo fofo!

pensador disse...

Brain

Grande poema que retrata a força e a fragilidade do ser humano!
Não deixe esse grito morrer-lhe na garganta...
O grito foi dado ao Homem por ser necessário.
Que o grito, ao ser emitido, transporte com ele as próprias causas que lhe deram origem!

Li as suas palavras,que me tocaram, lá atrás.

Um Grito e um Abraço.

sonhadora disse...

Nas asas do sonho voei e deixo-te beijinhos embrulhados em abraços.

borrowing me disse...

brain
já disse que escreves maravilhosamente...
adoro te ler...

eu tive resposta à pergunta que andava por fazer... eu lá sabia poque ainda não a tinha feito... não queria ouvir a resposta...
como diz um amigo meu, -não consigo conceber o pensamento de alguém não querer estar contigo...
quando era só isso que eu pedia
um amigo...


hoje não foi bom dia :(((
bjs

Estranha pessoa esta disse...

Fiquei sem fôlego de tanto gritar.
Porraaaaaa que soube bem para caraças gritar contigo!

Verdadeiramente rápido este teu compasso gritante.
Gostei de ficar sem fôlego!

Abraço verdadeiramente desassossegado para ti ***

B. disse...

emocionei-me!

....


beijo

Branca disse...

É para já!
Grito até o último som que as minhas cordas vocais conseguirem reproduzir...

Beijinhos :)

Putty Cat disse...

Olha, eu hoje estou capaz de GRITAR com o mundo inteiro, e mesmo assim, ficar insatisfeita.

Acho que não há grito que me valha.

(hoje estou assim, o que fazer?)

madrugada disse...

Não é preciso gritarpara descrever a genialidade deste poema.

Um abraço,
Brain.

JOCARES disse...

FANTÁSTICO!!!

a contenção pode ser um perigo.. toca a GRITAR

por falar em gritar, faz-me lembrar uma pequena anedota

O José Veiga foi fazer um exame à próstata. Quando o médico meteu o dedo de uma só vez, ele disse:
- Ai Senhor Douctor eu não aguento , acho que vou gritar!
O médico alertou:
- Aguente porque a recepção está cheia de pessoas à espera, e é um bocado chato.
E o médico continuou o exame.
- Balha-me Deus. Ai...Carago, bou gritar...Não aguento mais!!!Bou gritar!!!Ai Dr. bocê deixe-me gritar!!!!!!! - disse o José Veiga.
E o médico impaciente:
- Grite então homem de Deus!
Diz então o José Veiga:
- AIIIIIIIII ÉÉÉÉÉÉ TÃO BOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMM!!!

Flor disse...

Olá amigos deste cantinho!Um pouco de perfume,desta flôr afectada pelo sol que lhe seca a terra e afecta a raíz.
Tenho saudades...
Quanto aos teus escritos...estás sempre bem!
Bj especial para ti e aos demais.

TAU TAU TUFA disse...

solta esse grito contido. não deixes que te rasgue o peito.
beijos

TAU TAU TUFA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sonhadora disse...

à um grito contido em mim que a tua ausência tem agudizado.
beijinhos embrulhados em abraços

louca consciente disse...

Gosto do teu grito!

adc disse...

Grande alarido por um grito contido.
Precisarás de um empurrãozito?
Berra, clama e choca de contentamento, prazer e satisfação... ou sussurra solto e livre!

Bjs desarrumados da adc

.*.Magia.*. disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!

'Precisava morrer uma vida inteira' para voltar a nascer em Paz...!

Um Kiss em surdina... (xiuuuuuuuu)

Trebor disse...

Palavras gritadas e gritantes! Assim ouvir~se-ão muito longe!

Num grito se sublimam mil sofrimentos.
A garganta é a porta de saída dos males da alma.

Um Abraço.

sonho disse...

Ser Poeta

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!

Florbela Espanca

Secreta disse...

O grito ... pelo que vos une e pelo que vos separa!
Excelente.
Beijito.

Tempestade disse...

Até há uns anos atrás achava que de facto havia um grito contido por dar, em cada um de nós. Um grito de liberdade e emancipação. Agora tudo é ensurdecedor, o normal agora parece ser gritar por tudo e por nada, de tal forma que já não nos ouvimos e acabamos outra vez por nos conter...
Pesoalmente prefiro o grito, silencioso, sussurrante em que apenas alguns o conseguem ouvir. Como dizia o poeta, "já que não podendo falar a toda a terra, diz um segredo a um só ouvido"
Passar da necessidade física do grito para a expressão mais profunda do suspiro.

CM disse...

Que grito! Meu Deus!

Agora, fico eu com um grito contido, perante o que acabei de ler...

Beijo