segunda-feira, julho 16, 2007

Hoje não vou falar de ti


Hoje não vou falar de ti.

Hoje,
Vou falar do depois de ti,
Do sem ti.

Hoje,
Não te vou falar nas noites que contigo passo,
Naquelas que não querem acabar,
Naquelas em que não durmo
Só para poder estar mais tempo contigo,
Naquelas em que juntos,
Abraçados, de dedos entrelaçados,
Vemos as cores do novo dia a nascer.

Hoje,
Vou-te falar das madrugadas,
Que as ausências de ti,
Me ensinaram a conhecer,
Da falta de posição na cama,
Da falta de sono,
Das coisas que me ocorrem,
Das memórias que embrulham a saudade,
Dos gritos contidos no peito,
Do nome que proferido em surdina,
Ecoa nas profundezas do meu ser.

Hoje,
Não te vou falar das músicas que juntos ouvimos,
Dos versos que te canto em sussurro,
Dos ritmos que com a boca trauteio,
Ou dos ritmos com que balanceio o corpo.

Hoje,
Vou-te falar das melodias que me povoam a mente,
Em memórias contínuas de ti,
Em memórias contínuas de nós,
Que me inundam o corpo,
E me fazem sentir as vibrações,
Vindas do interior de mim.

Hoje,
Não te vou falar do incontrolado batimento,
Que quando estamos juntos,
Se torna impossível de segurar.

Hoje,
Vou-te falar de como bate apressadamente o coração,
Na ânsia incontrolada de contigo estar,
Quando para o local onde estás me dirijo,
Em que cada centímetro se faz metro,
Em que cada segundo se faz minuto,
Em que cada auto-estrada, se faz caminho.

Hoje,
Não te vou falar dos teus braços e abraços,
Dos teus lábios e beijos,
Das tuas mãos,
Dos teus seios,
Da tua pele,
Nem do teu cheiro.

Hoje,
Vou-te falar da lua,
De como gosto de a olhar,
Sentindo que estarás a fazer o mesmo,
E num pensamento,
Um beijo na brisa te enviar,
E saber-te a recebê-lo,
No mesmo momento.

Hoje,
Não te vou falar do quanto gosto de contigo estar,
Do sempre querer estar ao teu lado,
Dos teus carinhos e carícias,
Do passear das tuas mãos pelas minhas costas e braços,
Das tuas unhas cravadas na minha pele,
Do teu corpo colado ao meu suplicando um pelo outro,
Dos cotovelos queimados pelos teus lençóis,
Nem dos músculos doridos da jornada.

Hoje,
Vou-te falar das ruas desertas de ti,
Das horas vazias do teu ser,
Das páginas em branco dos livros que leio,
Das músicas sem notas que ouço,
Das palavras sem sílabas que profiro,
Das palavras sem letras que escrevo,
De tudo aquilo que não existe,
Simplesmente,
Porque tu,
Não estás!

Hoje,
Não te vou falar nem escrever,
Não te vou chamar nem dizer,
Não te vou tudo querer mostrar nem explicar.

Hoje,
Vou-te simplesmente enviar um beijo na brisa,
Com o sabor do vento que me varre a face,
Com a textura do mar que me gela as pernas,
Com o som das páginas de um livro por escrever,
Com o aroma das memórias que tenho de ti.

E Tu,
Recebe este beijo,
Este beijo meu,
Daqueles que só nós conhecemos,
Daqueles que apenas em nós acontecem,
Daqueles que nos excitam por dentro e por fora,
Daqueles que nos percorrem o corpo desde os lábios,
Daqueles que em cada papila se tocam e trocam,
Daqueles que de uma forma única nos dizem:

Eu sou Tu, e estou aqui,
Tu és Eu, e aqui estás!

Beijo...

54 comentários:

Wife disse...

"Eu sou Tu, e estou aqui,
Tu és Eu, e aqui estás!"

Beijo TUA

Putty Cat disse...

Existem ausências assim, inesgotáveis.

Um "sem ti" interminável.

Que as memórias sirvam para apaziguar saudades!

Post Brilhante, Brain

Deixo-te aquele beijo.

Maria José disse...

Saudade.
Numa palavra só.

NARNIA disse...

Uma presença que permanece mesmo estando ausente.

Um beijo

Rosa Maria disse...

Hoje...falas de um supremo sentir...
Fica um beijo

Fofa disse...

Só hoje?

Eu canto todos os dias tudo isso e mais que sinto... mais, muito mais!

E sabes o que é melhor?
Canto em dueto! É uma melodia a dois!
São saudades trauteadas em uníssono, beijos soprados e devolvidos em dobro na volta do vento, sentimentos desenhados em cada letra que lhe escrevo, partilhados em cada frase que ele me dedica!

Um bjo fofo para ti!

Cris disse...

E Tu,
Recebe este beijo,
Este beijo meu,
Daqueles que só nós conhecemos,
Daqueles que apenas em nós acontecem,


Há beijos que só acontecem assim.
Cris

Utzi disse...

As ausências têm tanto por dizer, tanto por contar...

Adorei :)

Mil beijos

Twlwyth disse...

Um belo poema sobre a ausência.
Beijo pra ti Brain.

sonhadora disse...

Hoje deixei o 100º post. O meu obrigada é para ti e para outros(as) que, como tu, compreendem e mimam os que querem, gostam e ainda são capazes de sonhar.
Beijinhos embrulhados em abraços.

gasolina disse...

(Ía jurar que tinha deixado aqui um comment...)

Poema a unir os dois últimos.
Trilogia perfeita.

Muito, muito bom.
A qualidade Brain, tão só.

Beijo.

Branca disse...

Assim falaste de vós...
Lindo poema, linda dedicatória!
(...)

Beijito!

Secreta disse...

E assim falaste de toda uma vida!
Beijito.

Azul disse...

Olá Brain!

Eu diria que não é apenas hoje que não falas de "ti". São todos os dias que passas ao lado de quem amas e que te ama também.

Hoje, como sempre, vou escrever: absolutamente belo!

Beijo
Azul

mariazinha disse...

ah fadista!
;)*

lisa disse...

Adorei.

Beijo.

JOCARES disse...

O que as pessoas arranjam só para receber beijos...

ainda por cima virtuais!!!

:)

sonhadora disse...

Porque me alimentas os sonhos venho deixar-te beijinhos embrulhados em abraços.

p.s. Posso postar um poema teu?

Brain disse...

Sonhadora,

Mas é claro que sim!
Seria uma honra!

Beijo.

sonhadora disse...

Obrigada, amigo!
E os meus sonhos continuam!
Beijinhos embrulhados em abra�os

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Brain...

Ando pouco comentador, mas um abraço entrego-te e com prazer...

Tudo de bom para ti
Até outro instante

DarkAngel disse...

Ola
Desculpa entrar assim...
Mas fiquei fascinada com a beleza do teu poema a falar de quem amas...
Deixo um
Beijo doce

brisa de palavras disse...

Um poema belo..cheio de hojes, ontem, amanhã, de lembranças....de saudadades e verdades....
um abraço
brisa de palavras

gasolina disse...

Hoje venho falar de ti.
De com as minhas mãos prenderam as tuas palavras.

Um beijo.

Ana disse...

Porque nos sonhos também se vive, hoje sonharei assim...

Está BOMBÁSTICO este post.

Um abraço.

Menina do Rio disse...

Hoje dividimos a mesma dor
pelas vítimas da tragédia
Apesar da festa
dos eventos esportivos
de termos as três Américas
espalhadas pelo Rio
Vi olhos tristes
corações pesados
pela dor
Em cada evento um minuto de silêncio
pelas vítimas do vôo 3054
Somos frágeis...
Temos a vida por um fio

Depois volta pra comentar o teu post

beijinhos

Lya disse...

Tu és um romântico incorrigivel :))

sempre lindos, os teus poemas!

Ah, tens as imagens para o teu texto, no meu blog! Vamos ver se te inspiram... pela sequência que estão, contam uma história :)

beijokassss

Vity disse...

Ola,

Passei só para te avisar que deixei uma "banana" para ti, lá no meu cantinho.
Vai lá buscá-la...

Beijo
Vity

Claudia disse...

Há coisa que custe mais que a ausência? Talvez... Mas esta custa tanto...

Beijo meu

sonhadora disse...

passando e relendo. Lindoooooooooo!!!
Deixo-te beijinhos embrulhados em abra�os

Um Momento... disse...

Estou aqui,,,
Lendo-te
Sentindo...
Ouvindo esta linda Musica...
(*)

as velas ardem ate ao fim disse...

Tu és magnifico.

bjinhos

Vertigo disse...

Ah poeta ;)

parece que tudo isso foi 'despejado de um só fôlego_____! lindo!

kiss

Vity disse...

Ola Brain...

Maravilhosa essa saudade não é?...

As vezes sinto saudade de sentir saudade de alguem ... assim dessa forma... tão intensa que chega a doer...

Passa na minha "casa", espero que gostes do que vais ver...

Beijo
Vity

PS: a tua wife tambem merece grande louvor, porque te inspira a escrever estes poemas magnificos...
Então o beijo é para os dois...

sonhadora disse...

Passei para te desejar um bom fim de semana e deixar beijinhos embrulhados em abra�os.

Dhyana disse...

Belo poema. Lê-se saudade mas tb certezas.
Um abraço.

su disse...

Vida vivida e envolvida em outra vida...asim fala a sabedoria antiga de toda a gente que ama, já amou, é amada ou anda às voltas com o seu coração nas "mãos" do coração de outrém...
Um autêntico hino ao amor...com palavras encantadoras!

xxx

Passei para ver a novidade do teu post e para te "alertar" de que a Teia te seleccionou para seres uma das vítimas dela num pequeno desafio de partilha! vai lá espreitar!

Beijos em fio.

Lya disse...

Tens uma coisa para ti no meu blog :PPP

oh brain queres que te tire a musica? hihihihi

posso ensinar a mudar, se quiseres.

bacio

Isabel disse...

Gostei muito do poema; mas, hoje, surpreendi-me com outro estilo literário que te desconhecia. Continua. Acho que vais muito bem,esta é a minha humilde opinião.
Bom fim de semana

Bjt

©õllyß®y disse...

Hoje só um doce beijo________voltarei...

Cõllybry

gasolina disse...

Hoje como todos os dias passo ao teu caminho.

Um beijo.
Bom fds.

O Sentir dos sentidos disse...

Olá Brain Querido,
O que dizer diante deste poema de puro amor e dedicação?
Se hoje não vais falar deste amor...respiro fundo e sem querer ou mesmo querendo te digo...Ai de mim!...E se o poeta fosse falar?...Novamente diria: Ai de mim...e por certo, não desgrudaria daqui, deste belo poema de amor, que só mesmo quem ama ou já amou de verdade é capaz de sentir em toda sua essência.
Continuas o mesmo...beleza, encanto,romance, amor, sentidos...marca que te fazem ser...ESTE POETA QUE ADORO LER.
Beijo,

Ps: Me pergunto, porque demorei tanto para voltar aqui? Sabes o quanto gosto deste teu espaço.Do teu poemar.Mas vou reparar esta falta que só mesmo quem saiu perdendo foi eu.Todos os dias aqui virei, e lerei todos os poemas não lidos por mim.Deixar de ler o Brain? Não pode...não posso.
Outro beijo...em ti, na amada, e nos filhotes,

O Sentir dos sentidos disse...

Olá Brain Querido,
O que dizer diante deste poema de puro amor e dedicação?
Se hoje não vais falar deste amor...respiro fundo e sem querer ou mesmo querendo te digo...Ai de mim!...E se o poeta fosse falar?...Novamente diria: Ai de mim...e por certo, não desgrudaria daqui, deste belo poema de amor, que só mesmo quem ama ou já amou de verdade é capaz de sentir em toda sua essência.
Continuas o mesmo...beleza, encanto,romance, amor, sentidos...marca que te fazem ser...ESTE POETA QUE ADORO LER.
Beijo,

Ps: Me pergunto, porque demorei tanto para voltar aqui? Sabes o quanto gosto deste teu espaço.Do teu poemar.Mas vou reparar esta falta que só mesmo quem saiu perdendo foi eu.Todos os dias aqui virei, e lerei todos os poemas não lidos por mim.Deixar de ler o Brain? Não pode...não posso.
Outro beijo...em ti, na amada, e nos filhotes,

impulsos disse...

Brain
Que se poderá dizer do que escreveste, pois se tu disseste tudo o que de importante era para ser dito... e de uma forma tão encantadora!

Feliz da tua musa inspiradora, pois é uma pessoa que se pode dar por muito feliz.
Nem todos os homens conseguem ver e exprimir o que tu consegues e como o consegues.
Parabéns por isso!

Beijo

Camarada Choco disse...

Divulgação

Mais um Blog que virou livro!

www.camaradachoco.blogspot.com

Sha disse...

Vim deixar um beijo fofo...

(e avisar que mudei de casa)

;)

Flor disse...

Brain, depois de um almoço à beira mar, de uma tarde de sono no sofá , corri aos teus dizeres.Tenho pena,da ausência de espírito de alma de inspiração.
Pareces fonte inesgotavél!
Para quem sente , te conhece e sabe desse sorriso super exprssivo, cada palavra, cada pulo de patamar num amor que essa tua querida wife recebe, nesses TESOUROS que são fruto de tanto Amor...Eu então acredito no outro lado das coisas.
Nas diferenças, no sentido do olhar, do toque, do viver, nessa névoa envolvente dum Amor construído e que se nota estar cada vez melhor, ou vivido sempre com muito e real intensidade.A
TI, á célula formidável que cOnstruiram, PARABÉNS!
tU, fazes-me Feliz, és, sois, prova de que o que pensei Existe.
Essa cúmplicidade, mimo, desejo, amor que parece tratado a cada dia.
Que ENCANTO....

maria disse...

olá.
hoje conheci o seu blog.
sabendo k nao vou ser original mas nao posso deixar de dizer o senti.
adorei...
parabens e k sempre o amor seja assim
se me permite um beijinho

Som Do Silêncio disse...

Deixaste-me de olhos colados a ler o teu belissomo poema...

Ao sabor desta melodia entao...

Um Beijo Silencioso

P.S.: Tens uma "bananinha" lá no cantinho

Miosotis disse...

Belíssimo poema onde afinal, só falaste 'dela'...
Longo, exaustivo Amor esse q te prende! Bonito!

sonhadora disse...

Bom Domingo!
Deixo-te beijinhos embrulhados em abraços!

TAU TAU TUFA disse...

Mais um poema lindo! Poeta tu seduzes quem por aqui passa. Onde estão os links? Caíram?
Beijinhos

Diva disse...

Cheguei aqui trazida pelo rasto que deixaste no blog da Vity ( o texto) me apaixonei por ele. Mto belo e cheio de erotismo. Parabens!
Gostei tambem do que aqui encontrei...
Bjs meus

Maria-treva-flor disse...

Hoje, não vou falar.te da última ternura da tarde ou da fuga irremediável dos dias...vou falar das palavras que sonham e saltam dos lábios, pronunciam.se de vida em cada letra escrita por ti hoje.

Beijo e.terno