segunda-feira, fevereiro 04, 2008

Palavras


Com as cores das palavras,
Que rasgando ecos,
Atiras contra o meu peito,
Pinto as paredes do meu ser,
Que embora sendo estreito,
Insiste em todas acolher.

E com uma força capaz,
De arrancar pedras tumulares,
Absorvo-as de forma voraz,
Antes mesmo de te escapares,
Para mais tarde sem sequer as ouvires,
Teres a audácia e a vontade,
De na sua integral totalidade,
Simplesmente mas repetires.

E é de peito aberto,
Que recebo esse jorro,
De palavras que sussurrando me gritas,
Tão junto a mim, tão de perto,
Que só de as ouvir sinto que morro,
Deixando as próprias paredes aflitas.

Paredes de múltiplas cores,
Paredes de múltiplos tons,
Paredes não uniformes, disformes,
Paredes de mim e de ti,
Paredes cujo início nunca conheci,
Paredes cujo fim, nunca antevi.

E tu pintas e repintas,
Essas paredes que existem de mim,
E tu passas e repassas,
As palavras com as cores de ti,
E por entre graças e desgraças,
Vais deixando manchas tuas,
Por vezes feitas apenas de mãos nuas,
Umas aqui. Outras ali.

Um dia se calhar fecho o peito,
E não mais deixo as cores entrar.

Um dia se calhar intento o feito,
De com uma única cor as paredes pintar.

Um dia será o branco ou o preto,
A cor que irá ficar.

O Vermelho sangue, ou o Azul céu,
A que acabará por dominar.

Mas enquanto esse dia chega e não chega,
Enquanto esse dia se demora no vagar,

Eu vou ficando a receber,
De peito aberto todas as cores,

Que com as tuas palavras queiras pintar,
Todas as paredes deste meu ser,
Que por ti...
Em acto eterno e continuo,
Parece não se cansar,
De querer ficar a esperar!

29 comentários:

Brain's Wife disse...

A vida é mais bela quando colorida.

Essas cores são pintadas com palavras, actos, olhares, carinhos, com tudo a que tens direito. Não sei se sou boa pintora, mas sei que contigo usarei as mais belas cores que conseguir.

Lindo.

Beijo
Tua

Putty Cat disse...

As palavras não têm apenas cor.

Têm cheiros e momentos.

Têm o nosso espectro e reflexos de outros.

Têm sombreados e intenções.

Têm um nome, uma data, um céu e uma Lua.

Têm um nascer do dia e um pôr-do-sol.

Têm o Eu e o Tu.

No fundo, não interessa muito a cor, muito menos se existe um papel de parede.

O que interessa, na realidade, é a consistência do material.

De que interessa a cor, se no final, as paredes, não passam da cacos atirados ao chão.

No entanto, vou entretendo as minhas paredes descoloradas com as tuas palavras.

Talvez, e sem querer, farás de mim um pedaço de tela.

Aquele Beijo, meu querido.

Twlwyth disse...

Palavras como estas demoram-se no íntimo, trazem cor ao silêncio.

Muito Bom poema.

Beijo.

Peach disse...

Pinceladas de intensas cores, inspiram a tua alma e aquilo que escreves....

pinceladas de talento, e força.

beijos migo

ps. quando nos amam, não precisamos de esperar.. e parece-me que é o que acontece contigo. :)

Pedro Branco disse...

Pedem-me as palavras para nos unir
Encomendam-me ritmos e paisagens
Exigem-me ternuras e viagens
Gritam-me as dores de tanto fugir
Rompes-me o sangue de escrever
Arrancas-me noites e horas
Regressas a mim e depois demoras
Todas as palavras sem as dizer

Maria José disse...

E assim se pinta um quadro vivo, c palavas e sentires sussurrados mas nunca escritos. Assim se constrói a dor, a mágoa, o sorriso e a ambição. As letras são sempre as mesmas; as mãos que as fazem bailar ou soluçar, essas sim criam mundos sem número ao sabor do ímpeto que as move.

as velas ardem ate ao fim disse...

A vida é bela quando é colorida.Pena que às vezes o preto e branco predomine nos dias...

Esta musica faz me chorar sempre.Linda!

bjinho

Waldorf disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Papoila disse...

Bonito esperar pelas cores com que vais pintando de amor a tela da tua vida.

Hoje aqui também fiquei a conhecer uma nova musica...Linda

Beijos
BF

Som do Silêncio disse...

Brain...
Li, e adorei.
Voltei a ler, e adorei ainda mais...
Saio em silêncio, mas deixo o meu beijo amigo e sincero.

MªJosé M. disse...

Que Continues a receber, assim, deste jeito, todas as cores.

Que haja sempre um novo quadro a cada dia, onde possam seguir e conseguir a mais bela arte - Viver

(Porque afinal o Amor pode ser, simplesmente, de todas as cores!)

Um Abraço,
MJ

nuvem disse...

Olha... deixo-te um poema meu, publicado já há uns meses, que está em sintonia com o teu :)

Hoje, encheste as mãos de palavras

Hoje,
Encheste as mãos de palavras
E atiraste-as ao meu peito.

Palavras aguçadas,
Cortantes,
Palavras sem depois,
Sem antes.

Palavras que não conheço,
Que sei que não mereço.
Palavras que não são tuas,
Nem minhas.
Palavras cruas
E sujas,
Palavras que apanhaste do chão.

Hoje,
Encheste as mãos de palavras
E atiraste-as ao meu peito.

E eu,
Chorando,
Procurei-te as mãos vazias,
E beijei-tas
Com o último fôlego do meu coração.


Beijo

Claudia disse...

É engraçado (se calhar achas estúpido!), para mim o amor é azul. Só pode ser, só pode...deve ser por causa da cor do mar, digo eu.

Beijo azul

lazy cat disse...

Somos nós que fazemos as cores da nossa vida?

Então quero todas!Sem peso e sem medida, para usar `avontade em gritos de abraço!


Beijo!

adc disse...

Há algo no meu blog para te ajudar a colorir o resto das paredes.

(Aquela coisa da verificação de palavras... complica-me um pouco a vida.)

LNeves disse...

"Em acto eterno e continuo,
Parece não se cansar,
De querer ficar a esperar!"

:) sorrio simplesmente... identifico-me com estes versos...

***MUAH***

Chinha disse...

Uma espera longa,demorada mas ansiosa.
Uma pincelada, uma côr , um alrgrar da vida.

Muito belo este teu poema

Um beijo

Hannanur disse...

A Vida é feita de todas as cores,mas para mim o Azul é Amor.

Obrigada pela visita.

Tem um fds fantástico.

Kiss

gasolina disse...

Creio que é a 1ª vez que te leio em rima

Belo colorido!

Bela paleta de sentires.

Um beijo Brain.

Sha disse...

Olá Brain!

Há um miminho para ti no meu blog!

Beijinho e bom fdsemana
Sha

Carol Barcellos disse...

Poema lindíssimo e multicolorido! Se o vermelho sangue for paixão, espero que escolhas essa cor como única, e se o azul for serenidade e paz, espero que escolhas esta. Enquanto isso, tua escolha de aceitar e conhecer todas as cores é a mais acertada. ;o)

Parabéns pelo blog, tem um lindo tom masculino, e as figuras também são maravilhosas!!!

Beijos doces cristalizados!!!

nuvem disse...

Tens uma prendinha na nuvem!

Beijos

Dark-me disse...

Talvez o amor seja mesmo um arco-íris!! :)

Quem espera...

Dark kiss

As Sombras de Fim do Dia disse...

Quando as palavras se tornam pinceis, e pintam o vermelho apaixonado, o cinzento triste, o verde bem disposto.... o arco iris parece não ter fim, mas no fundo, o que importa é o preto e o branco.

NARNIA disse...

Que continues a ser a tela onde te pintam e assim possa ser criada a "obra" o amor e a cor permaneceram.

BJS

Peach disse...

*

papoila disse...

lindo!!!
o som e a escrita!...
parabens brain!

Ana disse...

Cores
Formas
Vultos
Momentos
Sentimentos
Lembranças
Sensações
Desprendimentos
Intenções
Matizes do tempo
Matizes de mim
Hoje perdida nas cores do tempo…
Encontrei-me por fim…(é um excerto,a parte final de um texto de um dos posts que tenho no meu blog e aqui te deixo..)
Encantada e com a alma absorvida por estas palavras, só posso deixar-me envolver por este arco íris...
Adorei

Fica bem
Beijinho

gasolina disse...

Estás muito quieto...

Projectos novos?

Um beijo , Brain.