sexta-feira, abril 11, 2008

Como ?


Como te fazer chegar este bater no peito?
Como pousar um beijo nos teus lábios?
Como fazer-te sentir, colada a mim, o quanto do acelerado?
Como mostrar-te que,
Quando me levanto,
Não é um dia que começa,
És tu nos meus pensamentos,
Que ecoam sempre mais e mais e mais nos meus sentires,
Como falar-te?
Como conseguir fazer-te aquecer
Como eu aqueço com o meu pensamento
Que apenas te conhece a Ti?

Como?
O que te falar?

Os dedos mandam...
É só deixá-los livres...
E eles expelem para as teclas,
Os ecos dos meus pensar e sentir!

Porque de Ti,
Não tenho só uma imagem,
Não tenho só as palavras,
Não tenho só os carinhos,
Não tenho só as memórias da pele,
Ou sequer apenas o Sorriso,
Esse que eu adoro beijar!

De Ti,
Tenho um Todo,
Tenho um Tudo,
Que reside em mim,
De forma autónoma,
Sem que para tal,
Eu tenha voz activa,
Ou sequer,
Vontade,
Pelo que assim não seja!

Amo-te!

Amo-te como um todo,
Porque é assim,
Que Tu estás em mim,
E em mim,
Assim,
Tu fazes TODO o sentido!

16 comentários:

Putty Cat disse...

Uma plena e perfeita sintonia de sons, odores e toques.

E conseguimos sentir tudo isso através de ti e das tuas palavras.


Mais outro fantástico momento de leitura.


Aquele beijo :)

Sea star_ Hannanur disse...

� sempre uma delicia ler-te!

:) Kiss

Auréola Branca disse...

Não seria simples esquecê-lo, mesmo que ele quizesse... A vida se encarregaria de voltar com os dois. Afinal, havia um círculo que unia amores...

su disse...

Porque no amor juntam-se as partes que fazem esse todo que amamos...todos os pedacinhos como simples e encantados partes de um puzzle maior que se completa na cumplicidade dos corações e que os fazem vibrar deliciosamente ao sabor do que se sente.

Assim como é delicioso este teu conjunto de palavras...como sempre tem sido.

Um beijo grande em fio aqui da Teia.

P.S. Tenho vindo sempre visitar-te...passo no silêncio, leio e releio...mas ando por aqui.

:)))

Manuela disse...

Porque só assim faria todo o sentido...

No outo dia, "no lado de cá", ouvi-Te ler, vi-te mas não consegui encontrar-te depois...

Queria dizer-te obrigado.

beijo meu

Azul disse...

Dear Brain!

Deixo-te um sorriso.
Um sorriso de ternura que este teu texto me provoca.

É imenso o teu sentir. E a forma como o descreves continua a ser ÚNICA!

Meu Beijo
Azul

Brain's Wife disse...

Rendida...

É bom demais...

O que escreves, o que dizes (ou não), o que sentes, o que ÉS...

Impossível ficar indiferente...
Sensação intransmitível em palavras...

Mas mais que o que está escrito, bom mesmo foi sentir o "sabor" dessas palavras!!!


Beijos
TUA

Cláudia disse...

Haverá outra forma de amar?

E se sim, fará sentido amar de qualquer outra maneira que não seja absoluta?

O teu texto responde claramente.

Beijinhos e bom Domingo. ***

gasolina disse...

Gosto da repetição das palavras, o marcar de uma intenção e ritmo. Como o bater do coração.

Um beijo, Brain.
Sempre em cima!

Walter disse...

Não sei de onde retiras esse sentimento que imprimes às tuas palavras...tu és, de facto, brilhante e é um prazer ler-te!cada vez mais...
abração
walter

as velas ardem ate ao fim disse...

Que declaração de amor linda!

Um bjinho e boa semana

Claudia disse...

Porque só tudo, todo, por inteiro, faz, tem sentido.

Beijo por inteiro

Som do Silêncio disse...

Olá bom dia menino Brain

Este teu "desabafo" é algo bonito demais...
Realmente só faz sentido assim...
Gosto quando escreves assim, sabias?

Beijo meu

Baraújo disse...

Brain, não é uma surpresa para mim a forma como escreves. é um espanto sim a contínua forma como escreves bem! quem te lê e vai lendo, só tem de admirar-se com a forma como transmites sensações, e a forma como o fazes, texto após texto, dia após dia, enche-me de satisfação... e aí sim, fico extraordinariamente rendido!

um enorme abraço!

PS. há sentimentos assim...

nuvem disse...

O amor em toda a sua complexa e mais perfeita sintonia...

Gostei muito.

Beijos

Gaivota disse...

Faz todo o sentido, nem que não faça sentido nenhum o que escreves. Aprendi desde muito cedo, que basta ser sincero, ser verdadeiro, para fazer sentido, por mais louco que aparente ser, por mais idiota que nos faça parecer.

Faz todo o sentido sim!

*