quinta-feira, abril 24, 2008

Tenho-te em Mim


Envolta num Silêncio,
Que as palavras por não o saberem falar não dizem,
Trago-te guardada em mim,
Como o bem mais precioso,
Que a minha existência pode comportar.

Tenho-te gravada no calor do sol trazido pela brisa,
Que afagando-me sussurra a tua existência,
Quando por não estares, o tempo teima em eternizar-se,
Num compasso lento que me segreda as sílabas de ti,
Fazendo-te presente em mim,
Mesmo na distância do tempo e do espaço.

E quando a dor da tua ausência,
Insiste em se tornar no maior dos meus sentires,
Grito o teu nome num murmúrio que lanço para dentro de mim,
Fazendo-te ecoar nos poros da pele que sempre te lembra,
Dos momentos em que na tua, numa cumplicidade única,
Deposita a intimidade de um segredo construído a dois.

17 comentários:

Brain's Wife disse...

Tenho-te em mim...

Sem Palavras...

Beijos
TUA

LNeves disse...

Fantastico... Como sempre :)

***MUAH***

NARNIA disse...

Perfeito!!!

pin gente disse...

já vim várias vezes... gostei sempre e nunca me atrevi a deixar nada escrito.
hoje a liberdade disse-me que o podia fazer.
se até já lemos um poema do pedro em conjunto!

gostei de te ler e gostava de voltar!

um abraço
luísa

Trapezista disse...

Que bonito sentir...
Que bela dança de palavras, envoltas em véus de ternura.

Arrepiei-me ao ler-te...

Beijinho meu

Trapezista

MirMorena disse...

"...Tenho-te gravada no calor do sol trazido pela brisa,
Que afagando-me sussurra a tua existência,
Quando por não estares, o tempo teima em eternizar-se,..."

Sem palavras...
Divino....

MirMorena

Maria José disse...

Como noutros instantes, gritos e afirmações e sussuros e tudo, um pouco ou muito mesmo, voando dentro do meu pensamento.

**** disse...

Adoro ler-te!!=)

Parabens pelo livro, apaixonada que sou pela leitura vou ter de ler esse!!

Beijinhos e bom fim de semana

gasolina disse...

Calmaria numa tempestade de emoções.
Mais um momento, um decalque, uma tatuagem invisivel.

Um beijo!

Azul disse...

Dear Brain,

Hoje...
Deixo que o "silêncio" leve a ti as palavras que não escrevo.

Meu beijo
Azul

Claudia disse...

A ausência efectivamente não faz com que não se esteja "longe" da pessoa...

Beijo já com saudade

nuvem disse...

Continuas em grande, pois também grande é o teu Amor.

Beijos

Papoila disse...

É... o maior dos sentires se descobre na dor da ausência...

Beijinhos
BF

Walter disse...

ler-te é sempre um prazer e estas palavras com esta música...estou arrepiado e totalmente sem palavras.
abraço
walter

Isabel disse...

Fantástico este teu sentir.
Continuas a ser o poeta que dá prazer a todos que o lêem.

Bjt

Nogs disse...

Há sentimentos que nem arrancando a pele nos abandonam.

Texto divino, como sempre.


Beijinho doce

Martim disse...

"Trago-te guardada em mim,
Como o bem mais precioso"

quando as coisas têm e acontecem com com tanta força e amor jamais sao esquecidos...Em grande o texto:) continua pork eu volto:)
abracos