quinta-feira, maio 08, 2008

Porquê?


Porque é que
Sempre que te amei,
Não me disseste que não era o meu sentir que procuravas,
Mas o que o meu corpo te fazia sentir a ti?

Porquê?

Porque é que
Nunca me disseste que o calor das minhas palavras,
Só te interessava quando materializado em gestos,
Que na sua essência te proporcionavam prazer?

Porquê?

Porque é que
Nunca me disseste que a distância de mim,
Seria o morrer no teu corpo do desejo,
E não do sentimento que por mim (não) nutrias?

Porquê?

Porque é que
Nunca me deixaste ir além da tua pele,
Nunca me deste sequer hipótese de te chegar ao coração,
De me aninhar, nem que por um momento único, na tua alma?

Porquê?

Porque é que
Me mantiveste preso na ilusão das horas,
A sentimentos que não te eram recíprocos,
E que apenas em mim se faziam sentir, assim, tanto por ti?

Porquê?

Porque é que
Pela força de um querer,
A ilusão em mim foi maior que o discernimento,
E não me permitiu ver a verdade do que a realidade teimava em me mostrar?

Porquê?

Talvez...
...porque nunca to tenha perguntado?

E...
...se alguma vez o tivesse feito,
O que me responderias tu?

...Não sei...

Recolho-me em mim.

15 comentários:

Luís Galego disse...

Talvez...
...porque nunca to tenha perguntado?

TALVEZ

Som do Silêncio disse...

Olá, boa tarde Brain

Ora aqui está um texto que me agradou muito.
São muitas as vezes que questionamos o porquê das coisas...e muitas vezes se calhar nem chegamos a fazer as perguntas!

Beijo terno

Trapezista disse...

Há pessoas que ficam juntas pelas razões erradas... para esquecer outras pessoas, para mudar de vida, porque temem a solidão... Quando deviam ficam juntas de uma forma livre e totalmente sincera... pura e verdadeira, por Amor.

O que vivemos é um tesouro que nunca se apaga da memória, mas o que mais dói quando se ama alguém é imaginar tudo o que não se conseguiu realizar juntos...

Beijo meu

Trapezista

Baraújo disse...

porquê?

por vezes parece que nunca deixámos mesmo a idade dos porquês...

ate nos perguntamos o porquê de termos perguntado o porquê de algo ou por nao termos perguntado nenhum porquê!

Adorei.
like allways

Enorme abraço

Putty Cat disse...

Grande é o ser Humano que sabe ler o Silêncio por entre os intervalos das palavras e dos gestos.

Tenho a certeza, que tu és um deles.


Um Beijo
...sem perguntas nem respostas...

pin gente disse...

... responderia não sei. porque não saberia mesmo.


gostei muito do texto
um abraço

MirMorena disse...

"Porque é que
Sempre que te amei,
Não me disseste que não era o meu sentir que procuravas,
Mas o que o meu corpo te fazia sentir a ti?..."

Maravilhoso!!!

Feliz dia

NARNIA disse...

Porque nem sempre se encontra o momento perfeito...

Brain como sempre 5*****

LNeves disse...

"Nunca me deste sequer hipótese de te chegar ao coração,
De me aninhar, nem que por um momento único, na tua alma?"

Houve alturas em que me senti "seca" por dentro, e senti que não tinha nada de bom para dar...

Como se faz isso??? Como se deixa chegar ag ao coração, quando estamos magoados, feridos e calcados???

***MUAH***

impulsos disse...

Talvez...
Nem sequer ousar perguntar...
Quem sabe, por medo da resposta...
Não são raras as vezes, que mesmo sabendo não ser assim, se teima em "acreditar" que talvez até seja...
Mas não...

É pura ilusão!

Beijo

Azul disse...

Dear Brain,

Porquês legitimos de quem ama, de quem dá um todo de si a quem não o sabe ler, entender, receber.

Perguntar?! Será que vale a pena?! Será que vale a pena perguntar o porquê a alguém que não fala a mesma lingua que nós?!

Excelente momento de reflexão!

Meu beijo
Azul

Carol Barcellos disse...

Não sei se o que dói mais é poder se aninhar no coração de quem amamos por um segundo, e depois ser friamente arrancado de lá, ou se é nunca ter conseguido alcançar o coração.
Nunca quis perguntar isso...e é exatamente porque sei qual seria a resposta.

Lindíssimo texto, Brain! Sou fã do seu blog, e dos seus excelentes comentários no blog da Nuvem!

Beijos doces cristalizados!!! :o*

Vigilante disse...

Muitos porquês poucas respostas!

É como se apresenta a vida!

Estranha pessoa esta disse...

É.

Reticências disse...

Tocou bem fundo...

..."Porque é que
Nunca me deixaste ir além da tua pele"...

excelente.