terça-feira, maio 29, 2007

A Minha Vontade

Porque EU sou ASSIM!

Porque a minha vontade tem o tamanho de uma lei da terra.

Porque a minha força determina a passagem do tempo.

Eu quero.

Eu sou capaz de lançar um grito para dentro de mim, que arranca árvores pelas raízes, que explode veias em todos os corpos, que trespassa o mundo.

Eu sou capaz de correr através desse grito, à sua velocidade, contra tudo o que se lança para deter-me, contra tudo o que se levanta no meu caminho, contra mim próprio.

Eu quero.

Eu sou capaz de expulsar o sol da minha pele, de vencê-lo mais uma vez e sempre.

Porque a minha vontade me regenera, faz-me nascer, renascer.

Porque a minha força é imortal.


(José Luís Peixoto in “Cemitério de pianos”)

36 comentários:

Putty Cat disse...

Zé Luis no seu melhor, e TU também!

Beijo

Fofa disse...

olá Brain!

Eu quero... melhor, eu gostava que continuasses a visitar o meu blog.

Mas para isso e uma vez que deixou de estar visivel a todos, preciso que me envies um mail para que te possa mandar um convite...

Pode ser?
Bjo fofo!

PS.
José L. Peixoto é sempre uma boa escolha. Gosto que sejas ASSIM - com querer e vontade!

Helena Nunes disse...

Quanta força e quanto querer. Quando se quer dessa maneira, tudo é possível.
Bjos

P.S- Recebi e vou ler com atenção. Dir-te-ei algo depois. Obrigada.
Desculpa a ausência mas a minha mão direita achou no dto de ter uma tendinite. Resolvi processa-la.
Bjos

gasolina disse...

Olá
Gostei da vontade demonstrada, da escolha do "EU", do querer.
Fique bem.

madrugada disse...

Obrigado por partilhares o teu bom gosto literário.

É por culpa de autores como José Luis Peixoto que a grande literatura nunca acaba.

Um abraço,
Brain.

sonhadora disse...

Porque a tua força contagia...
Um mundo de sonhos com os pés assentes nas estrelas.
Beijinhos embrulhados em abraços

anne disse...

Quereres. São poderosas as palavras. É preciso lutar em todas as trincheiras, da menos arriscada à mais imprudente, reeditar fantasias. É preciso campos de batalha para organizar, muitas vezes, o exército de sentimentos.
Bom voltar!
Beijo meu

Claudia disse...

Adorei este excerto, até porque gostei muito deste livro. Comprei-o no primeiro dia em que saiu! E este mesmo excerto publiquei-o já em Novembro no meu blog. É de facto muito bonito. É bom saber que mais alguém sente o mesmo.

Beijo

PAH, nã sei! disse...

Às vezes, apenas querer é mais de meio caminho!
Tomar as rédeas, e avançar torna-se mais simples...

(pior é, quando se atravessam obstáculos que nem a vontade consegue derrubar...)

Som Do Silêncio disse...

No nosso Eu está sem dúvida toda a força que temos e alcançamos.
Uma bela escolha de texto :)
Um beijinho

Secreta disse...

José Luís Peixoto um escritor que admiro. Em relação à "mensagem" , segundo o ditado , querer é poder! :)
Beijito.

Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! disse...

è verdade somos imortais mas poucos conseguem ver . kiss

gasolina disse...

Obrigado pela visita e pelo presente que muito, muito gostei.
Deixo um beijo.
(...beijos são coisas raras...)

Cinza disse...

E o que tem de ser...eheh

Rosa Maria disse...

Ás vezes penso que tb sou assim...outras...enfim...

Bonnie disse...

Eu sou capaz de correr através desse grito, à sua velocidade, contra tudo o que se lança para deter-me, contra tudo o que se levanta no meu caminho, contra mim próprio.

e quantas vezes somos nós próprios os nossos piores inimigos?

beijinho

as velas ardem ate ao fim disse...

José L. Peixoto sempre uma boa escolha pela forma pura e dura ccomo descreve a vida.

bjinhos

Menina do Rio disse...

Querer... força natural que se expande pelo universo. Um grito capaz de arrancar raizes...

Fostes citado num post de Helena Nunes e vim conhecer-te!

beijos

Azul disse...

Olá Brain!

Quando o querer tem essa força tudo é possível e mesmo que não seja fica a mais valia de que não se desistiu perante os obstáculos que a vida nos coloca.

Beijo
Azul

além do horizonte disse...

Brian,
De entre o silêncio onde ultimamente me deixei ficar...
Bom passar e ler um poema que não conhecia mas no estilo bem próprio e muito bom de J. L.Peixoto!
De tudo, no todo do poema, levo este querer, na vontade de continuar sempre a caminhar e vencer um montão de coisas que não posso ignorar ou fingir que não existem.
Porque a vontade , num querer, acreditando seja no que for, pode ser uma força preciosa.
Tudo de bom,
beijos,
MJ

Estranha pessoa esta disse...

Adoro esse livro.. assim como todos desse grande senhor :)

Ahh e não esqueci do sorriso :P

Abraço estranho para ti ***

brisa de palavras disse...

Olá
passa no meu canto..pq te deixei lá uma mensagem , que pelo que já vi do teu blog acho que mereces...
um abraço
brisa de palavras

Isabel disse...

cA Bettips faz anos hoje, lá no meu sitio escrevi-lhe algo para lhe dar os parabéns. Passa por lá se lhe quiseres dar um beijinho também.

Isabel

NARNIA disse...

E quando a nossa vontade impera conseguimos superar "montanhas"

Boa escolha!!!

BJS

gasolina disse...

Voltei de novo, na certeza de encontrar mais uma âncora.
Bj.

Jose disse...

Sensacional este texto, já estive para comprar o livro, agora sim vou mesmo comprar.

Um abraço agora és a trazer a cerveja.


Jose

bettips disse...

Muito obrigada, muito me honras com as tuas palavras. E ainda por cima li há tempops e fiquei fascinada com o Cemitério de Pianos. Be young/be good...

Entre linhas... disse...

Quando se quer tudo é possível,basta crer.
Bom fim de semana
Bjs zita

Utzi disse...

Quando queremos... conseguimos quase tudo ;) Beijinhos

Bonnie disse...

Passei por aqui para deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana.

Vida disse...

Só assim se vive, querendo e correr atrás do que se quer e não desistir.
Parabéns atrasados e um feliz fim de semana para ti.

impulsos disse...

"Eu sou capaz de correr através desse grito, à sua velocidade, contra tudo o que se lança para deter-me, contra tudo o que se levanta no meu caminho, contra mim próprio."

Gostei principalmente desta parte, talvez porque me identifico com ela.
Transmite uma força que nos faz acreditar que somos capazes... basta querer!

Beijo num impulso meu

senhor a disse...

Perdi o fôlego!

Gostava de ser mais como aquele "EU"! Todos os dias inspiro fundo para lançar aquele grito... Ainda não consegui, mas já estou perto...

Gostei muito do seu espaço, PARABÉNS!

sonhadora disse...

Querer é poder! Um livro magnífico de um escritor que me deixa espaço para sonhar.
Obrigada!
Beijinhos embrulhados em abraços

Monólogos.by.Paula disse...

Brian,

Não tenho palavras para agradecer todo o carnho que tens tido para comigo.

Espera, tenho duas

OBRIGADA

ADORO-TE

Tens sido um daqueles Amigos de peito.

Quanto ao texto que colocas, simplesmente, magnífico. Lembraste dos meus "gritos", do reencontro com o meu "EU"? Sei que sim.

Lindo, há momentos na vida em que é necessário fazê-lo. Como o entendo.

Migo, deixo-te uma beijoca com muito carinho e amizade.

Ana disse...

Grande livro e excelente escolha no excerto.