quarta-feira, maio 03, 2006

Ao meu Amor

No barulho do silêncio,
No calor das noites frias,
Na imensidão dos pormenores,
Eu encontro-te!

E com o olhar nós falamos,
Com o toque nós sentimos,
Com o beijo dizemos,
Em silêncio,
O nosso Amor!

E o amor fluí,
Assim,
Entre nós.

O carinho torna-se a palavra,
O respirar o conversar,
O abraçar o gritar ao vento,
O caminhar, lado a lado,
A nossa forma de vida!

Sinto-te em mim,
Porque sei que me tens em ti!

Vivo-te assim,
Porque sei que me vives a mim!

E assim, os dois somos um,
E a vida,
O local onde exploramos,
Este nosso sentimento,
Tão lindo,
Tão belo,
Tão bom!

E é assim,
Desta a forma,
Que eu consigo,
Dizer “Amo-te”,
Ao meu Amor.

5 comentários:

Putty Cat disse...

Um dia, gostava que alguém me dedicasse algo tão bonito e sentido como acabaste de fazer.

Eu já o fiz.

Talvez um dia, alguém me surpreenda...

PCat

papoila disse...

:)))) parabéns

kitty disse...

Como é bom amar assim...

Anónimo disse...

Palavras para quê
Quando no amor o que importa é o que sentimos
Quando no amor o que importa é sabermos o que quem nos ama sente
E para isso basta um olhar, um abraço, um beijo, um sorriso

Sinto-o quando me tocas com a tua mão e me acaricias
Leve, levemente
Suave, suavemente
É bom
É AMOR

Sinto-o quando me tocas com os teus lábios e me beijas
Doce, docemente
É bom
É AMOR

Sinto-o quando me abraças
De uma forma forte e segura
É bom
É AMOR

Sinto-o quando me dizes
“Amo-te”

papoila disse...

palavras para quê....